FBPixel
Ao navegar neste site está a dar o seu acordo às Condições Gerais de Utilização e à Política de Privacidade e Proteção de Dados Pessoais. Leia-as atentamente.
MyFidelidade App

NOVAS MATRÍCULAS AUTOMÓVEL

AS MATRÍCULAS MUDARAM. JÁ CONHECE AS PRINCIPAIS NOVIDADES?

É oficial: desde o final de fevereiro que há um novo modelo de matrícula. Este novo formato substitui o que entrou em circulação a 25 de maio de 2005 e que foi responsável pelo registo de 5.109.263 de veículos. No início de 2020, faltava emitir 60.220 matrículas com esta configuração, número que foi alcançado no final do segundo mês do ano. 

Sendo assim, o que muda?

Logo à partida, diríamos que muda quase tudo, mantendo-se apenas a barra azul do lado esquerdo, com a identificação do país de origem e as estrelas da União Europeia. Todo o restante conteúdo é alterado com este novo modelo. 

A nova série de chapas de matrícula é caracterizada pela existência de dois grupos de letras e apenas um grupo de números, sendo assim o inverso daquilo que se verificava até aqui. O novo formato irá respeitar agora a lógica “AA 01 AA”. 

Com este novo formato, acabam também por desaparecer dois elementos característicos que saltavam logo à vista. Para além dos traços separadores entre os conjuntos de letras e números, presentes nas matrículas já há algumas décadas, deixa também de existir a barra amarela do lado direito, onde era possível identificar o mês e o ano da primeira chapa de matrícula da viatura em território português. 

E porquê tantas alterações?

O principal motivo para a criação de uma nova série de chapas de matrícula é porque deixou de ser possível criar novas combinações com a configuração anterior. Mas não só. Na verdade, a informação relativa ao mês e ao ano da matrícula da viatura são elementos dispensáveis e que não são necessários para a identificação do veículo. Aliás, Portugal é mesmo o único país dos 28 Estados-membros da União Europeia que adicionava estes elementos, o que podia contribuir para más interpretações em alguns países que reservam esse espaço para apresentar a validade da matrícula. 

No caso dos motociclos, a lógica de distribuição dos algarismos será a mesma que para as outras viaturas. No entanto, em vez de desaparecem elementos, serão adicionados novos. Neste caso, passa a surgir, no canto superior esquerdo, um retângulo azul que, até agora, era apenas visto nas matrículas dos carros. Assim, deixa de ser necessário adicionar qualquer outro elemento caso a viatura se prepare para circular noutro país.

Mas a sua viatura ter uma chapa de matrícula das séries anteriores não é motivo de alarme. Não terá de proceder a nenhuma alteração. Apenas passa a ter mais uma opção de formato de matrícula no caso de necessitar de alterar a sua.

Em resumo: não se preocupe. Na Fidelidade, não nos importa a data da matrícula da sua viatura. Quer seja uma matrícula nova, das mais antigas ou mesmo de uma viatura clássica, solução certa​ para circular totalmente protegido por essas estradas fora.​